Curumim é assim

Olhos brilhantes, negros como a escuridão
Pele dourada e cabelo liso
Curumim é assim
Pula no rio
Seu ninho, parque de diversão
Corre descalço e solta sorriso
Curumim é assim
Brinca na floresta
Cuida do irmão
Pesca sempre que é preciso
Curumim é assim
Abraço apertado e amor sem fim














Curumim é uma palavra em tupi guarani muito usada no norte do Brasil para se referir às crianças indígenas. 

Comentários

  1. Excelente, Keila! O poema e as fotos mostram o que realmente importa na nossa passagem por aqui. Beijos e parabéns pela sensibilidade!

    ResponderExcluir
  2. E esta deveria ser a essência de todo ser humano. Belas palavras de uma bela mulher, parabéns.

    ResponderExcluir

Postar um comentário